A Importância da Manutenção Preventiva

Quando se gere um negócio, estamos sempre cientes da competitividade do mercado e das exigências que isso nos traz. É preciso estar sempre em busca da melhor forma de melhorar os processos e de reduzir os custos, fazendo-o de forma contínua e estável. Os planos de manutenção tornam-se constantes e são introduzidos nas rotinas empresariais, como parte de qualquer infraestrutura que se quer eficiente.

Nesta lógica, todas as empresas necessitam de um planeamento adequado de forma a reduzir imprevistos e, com eles, custos extra. Este deve ser criado por uma equipa especializada na resolução de problemas que lhe garanta a sua máxima eficácia e com o menor impacto possível. E é por isso que, hoje, lhe falamos da Manutenção Preventiva – uma das soluções para rentabilizar e otimizar o seu negócio.

O que é a Manutenção Preventiva?

Entende-se por manutenção preventiva todo o conjunto de ações que são planeadas de forma sistemática para prevenir o aparecimento de falhas ou avarias nos equipamentos e serviços. É uma intervenção prevista e preparada para uma data possivelmente prévia ao aparecimento da avaria, ou seja, são as inspeções sistemáticas, os ajustes, os reparos e os programas de inspeção que se realizam sem desligar as máquinas para evitar futuras falhas.

É importante que estes trabalhos sejam feitos de forma cíclica, de acordo com as necessidades das infraestruturas e equipamentos, para garantir que as soluções não passarão pela manutenção corretiva, ou seja, pela resolução de avarias.

Dentro de um plano de manutenção preventiva, podemos encaixar várias tarefas e ações, segmentando-as por tempo ou estado. A manutenção preventiva por tempo refere-se aos serviços que se estabelecem pela programação e que podem ser definidos por unidades de calendário, como os dias ou semanas, ou não-calendário, como as horas de funcionamento ou os quilómetros. Aqui encaixamos as medições, limpeza, lubrificação dos equipamentos, aferições, calibragem, etc. A manutenção preventiva por estado, por outro lado, refere-se aos cuidados prestados de acordo com a condição do equipamento, como as revisões, as reparações ou até a reforma do próprio equipamento.

Todas estas ações são calculadas de forma estatística para determinar quando e como será necessário intervir, baseando a informação no histórico de funcionamento da máquina ou nas recomendações do fabricante.

Quais são as vantagens deste tipo de manutenção?

Além das evidentes que assinalámos na definição deste tipo de manutenção – como a prevenção de falhas futuras – conseguimos assinalar várias vantagens que este tipo de manutenção pode trazer à sua gestão e aos seus serviços.

  1. Conservação de equipamentos

Se utilizar os produtos certos e conservá-los da melhor forma estará, provavelmente, a aumentar o seu ciclo de vida e o seu tempo útil, otimizando o seu investimento financeiro.

  1. Economia de recursos

Se tem um equipamento que já poderá estar próximo do seu fim de vida ou que mostra sinais de desgaste, é provável que o consumo de energia esteja a ser superior ao esperado. Fazendo revisões periodicamente, consegue detetar este tipo de situações e perceber se será melhor substituir o equipamento ou fazer as reparações devidas.

  1. Aumento da fiabilidade dos seus equipamentos

Ao tornar regular a revisão dos seus materiais, está a assegurar o seu pleno funcionamento sem gastos de energia extras, potenciais avarias nem constrangimentos para os seus clientes.

  1. Informação completa sobre os seus serviços

Com este tipo de manutenção, irá ter uma noção mais realista do funcionamento do seu trabalho, bem como dos consumos e rendimentos dos seus aparelhos. Isto permite que tenha, ao seu dispor, toda a informação que necessita na hora de tomar decisões. Será que é hora de comprar novos equipamentos? Faz sentido criar uma nova unidade dentro da empresa? São tudo questões às quais, provavelmente, irá ter respostas com este tipo de manutenção. Além disso, dá-lhe também a noção de onde estão alocados os seus recursos, dinheiro e tempo ao longo dos meses.

  1. Equipa mais eficiente

Tendo todas as suas ferramentas em pleno funcionamento, a própria gestão de equipa fica facilitada e mais operacional. Para qualquer profissional, é mais compensatório perceber que tudo está a funcionar e que os possíveis problemas estão a ser evitados. Ou seja, o trabalho acaba por ser mais conciso sem que seja necessário corrigir avarias constantemente.

No entanto, embora muitos gestores tenham conhecimento deste tipo de manutenção, há quem ainda prefira dedicar a maior parte do seu tempo à manutenção corretiva, solucionando os problemas conforme vão aparecendo. A verdade é que, quando bem planeada, a manutenção preventiva poderá diminuir largamente os custos anuais em manutenções, aumentando o rendimento empresarial a todos os níveis. Não se preocupe com ficheiros de Excel ou tecnologias complicadas. Entre em contato com a GMAC.2 e procuraremos a melhor solução para tornar o seu negócio mais rentável, trabalhando de acordo com as suas necessidades.

 

Pedir Demo

Deixe uma resposta